quarta-feira, 28 de julho de 2010

Teatro em Jaguari


O Secretário de Educação do Município de Jaguari, Milton José Bolzan reuniu-se em Santa Maria com a Diretora Presidenta da Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal APCEF/RS. Neste encontro, agendou a vinda da peça teatral “América Café” do grupo Caixa de Pandora, prevista para ser exibida na Casa de Cultura Irmã Zenaide no dia 16 de Outubro de 2010.

O evento tem como objetivo incentivar a cultura através da arte e comemorar o Dia do Professor.

Informações sobre a peça teatral e o grupo estão disponíveis no site www.caixadepandora.org.br.

Participe do Plebiscito Popular

Falta pouco mais de um mês para o início do Plebiscito Popular pelo Limite da Propriedade da Terra no Brasil. Entre os dias 01 e 07 de setembro, toda a sociedade brasileira terá a oportunidade de dizer se é a favor ou contra a concentração de terras no país, ou seja, se concorda ou não com o latifúndio.

Conheça as perguntas que estarão na cédula de votação durante o Plebiscito Popular pelo Limite da Propriedade da Terra

1 - Você concorda que as grandes propriedades de terra no Brasil devem ter um limite máximo de tamanho?

2 - Você concorda que o limite das grandes propriedades de terra no Brasil possibilita aumentar a produção de alimentos saudáveis e melhorar as condições de vida no campo e na cidade?


Para mais informações ascese o link.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Censo Escolar 2010

A secretária Sueli Tambara, coordenadora do censo escolar das escolas municipais da SME,  comunica que o Censo Escolar 2010 foi concluído antes do prazo, que seria 30 de julho de 2010. Parabenizamos todos os Secretários de Escola envolvidos nesse trabalho, pois sem o comprometimento de todos, não teríamos êxito nesta tarefa  tão importante para o andamento técnico e pedagógico da Secretaria de Educação. Os Secretários de Escola prestam um serviço relevante para os estabelecimentos educacionais. Nossos Secretários são os seguintes:
E.M.E.F Getúlio Vargas- Roselaine Disconze Denardi
E.M.E.F São José- Jean Fabiano Doleski Franco
E.M.E.F Antonieta Gindri Reghelin- Dinamar Damian Minuzzi
E.M.E.I Tia Mana - Vanusa Carrillo Alves
E.M.E.E Tanara Girardon Julien- Edi Maria Nadalon Limana  
E.M.E.F Vanda Maria da Silva- Como a escola não possui secretário, a professora responsável pelo censo escolar foi a coordenadora pedagógica da escola- Elisiani Lixinski
Parabéns a todos!

SME recebe Portfólio


A Diretora da Escola Municipal Getúlio Vargas, Raquel Siqueira,entregou,hoje, na SME,um Portfólio do Programa Gestar II da disciplina de Matemática. O trabalho foi muito bem elaborado pela aluna formadora Cristiane Cortese dos Santos, coordenadora pedagógica da Escola . No referido material estão registrados os trabalhos realizados pelas professoras que participaram do curso: Rosana de Souza Machado, Universina Kuhn, Elisiane Lixinski, Elenir de Fátima Misievicz Guerra, Cléa Rejane Girardon, Luitimar Santolin Anselva, Andréia Nadalon e Rejane Turchiello. Parabéns a todos. Sabe-se que o trabalho com a Matemática, vai muito além de aprender números e de contar. O ensino da Matemática hoje, tem como objetivo maior, encorajar o aluno de modo que ele possa explorar uma enorme variedade de ideias matemáticas, não apenas numéricas, mas também aquelas relacionadas à geometria, medidas de forma que a criança possa conservar sua curiosidade, adquirindo diferentes formas de perceber e compreender o mundo em que vive. Esperamos que as professoras que fizeram parte do Gestar II, Programa do Governo Federal, realizado com o apoio da Secretaria de Educação, possam repassar para os demais professores da sua escola , todo o conhecimento adquirido durante o período em que se desenvolveu o curso.





Jogos e brinquedos pedagógicos

Alunos da professora Eli de Fátima da E.M.E.F Pres. Getúlio Vargas

Todas as Escolas de Ensino Fundamental do Município receberam jogos e brinquedos pedagógicos . Os mesmos foram analisados pela equipe pedagógica da SME ,a pedido de alguns diretores e ,assim , foram comprados pela Secretaria de Educação visando a melhoria do ensino público ,através de material didático de boa qualidade que possa auxiliar o trabalho do professor em sala de aula.




Pratos e talheres

A pedido da Nutricionista Vaniza, da SME, foram adquiridos pela Secretaria de Educação no mês de julho, 310 pratos duralex e 1070 garfos inoxidáveis, os mesmos foram distribuídos entre as escolas municipais. A Escola Antonieta ainda servia as refeições em pratos de plástico, prática desaconselhável, pois as bactérias se proliferam rapidamente, nesse tipo de material,mas a partir de agosto todos os pratos utilizados para a merenda escolar serão de vidro.
Também foram compradas toucas e luvas descartáveis, para que todas as serventes /merendeiras utilizem esses acessórios ,que são de suma importância no que se refere a higiene na manipulação e preparação dos alimentos para os escolares.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Seminário em Andamento

Esta semana, conseguimos acertar mais duas etapas do Seminário de Formação Continuada de Professores e Funcionários. Duas grandes palestras acontecerão nos dias 07 e 28 de agosto de 2010. No dia 07,teremos o Psicanalista Salézio Plácido Pereira, falando sobre o seguinte tema:"Valorização Pessoal e Profissional /Influência do fazer pedagógico na vida do aluno." Os Trabalhos se desenvolverão no I.E.E.Guilhermina Javorski, durante todo o dia , com intervalo para o almoço. Participarão do evento, professores e funcionários das escolas municipais e estaduais.
No dia 28, teremos a presença do MARCOS ROLIN, doutorando em sociologia, dialogando sobre "Educação, diversidade cultural e diferenças individuais: o respeito ao diferente, bulling e ciberbulling." O evento será na Casa de Cultura, durante o turno da manhã. Vamos aproveitar essa oportunidade de poder ouvir e debater com quem conhece profundamente a temática educacional e os conflitos pessoais e interpessoais.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Seminário de Educação do campo

Aconteceu nos dias 14 e 15 de junho de 2010, no Centro Marista de Eventos, em Santa Maria,o Seminário Regional de Educação do Campo.Participaram do evento o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais,Elvanbro Patias, a coordenadora pedagógica da SME, professora Denise Valente Machado e o professor João Murini da Escola Municipal Vanda Maria da Silva. Os temas apresentados foram de grande importância para ambas as partes:trabalhadores rurais e educadores. A Prof. Drª Isabela Camini apresentou a seguinte temática _ Educação do Campo:alternativas e possibilidades à educação tradicional.Foram muito bons os debates e esclarecimentos, que aconteceram após a explanação do tema.
Outra palestra interessante foi:Práticas e vivências da educação do campo, realizada pela Sonilda _ Assessora da FETAGRS.
Outro debate, bastante esclarecedor, foi sobre a aquisição de 30% da merenda escolar da Agricultura Familiar. O nosso município estará comprando a partir do dia 4 de Agosto alguns gêneros da Agricultura Familiar como:alface, laranja, bergamota, batata doce e mandioca. Pretendemos aumentar esses gêneros aos poucos. Para fechar o Seminário foram apresentadas duas Experiências Exitosas de duas Escolas-Núcleo de São Sepé.Parabéns aos organizadores do Seminário.

PROERD

Aconteceu na última quarta-feira (14/07), às dezenove horas, no Salão Azul do I.E.E.Profª Guilhermina Javorski,mais uma formatura dos alunos do Proerd.

Formaram-se alunos da escola Presidente Getúlio Vargas e da escola Guilhermina. Participaram do evento algumas autoridades e na ocasião foram homenageadas as professoras Fernanda Cristofari e Maria Cristina Piazer, que acompanharam o trabalho do Soldado Toledo. Na ocasião,a professora Denise Valente representou o Secretário de Educação, Professor Milton José Bolzan e colocou a seguinte reflexão sobre o Programa:Violência, drogas, ... o que é preciso mudar na sociedade para que tenhamos tranquilidade e um espaço social igualitário?

A Secretaria de Educação patrocinou os brindes para os alunos que tiraram os primeiros lugares nas redações que foram realizadas durante as aulas do PROERD. Os primeiros lugares receberam um polystation, os segundos lugares receberam bolas (futebol e vôlei ) e os terceiros lugares ganharam um rádio portátil.

Os alunos premiados ficaram muito contentes. A Brigada Militar está de parabéns,assim como todos os envolvidos no desenvolvimento do Programa de combate às drogas e à violência.

Parabéns ao soldado Toledo pelo trabalho realizado.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Repasses de R$ 460 milhões vão para obras e merenda escolar


O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) repassou esta semana R$ 333,39 milhões para a alimentação escolar dos 47 milhões de alunos da educação básica brasileira. Os recursos, que só podem ser utilizados na compra de gêneros alimentícios.

O orçamento do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) para 2010 é de R$ 3 bilhões.

O FNDE também distribuiu esta semana mais de R$ 133 milhões do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) a escolas públicas de todos os estados e do Distrito Federal. Os recursos desse programa são repassados diretamente às unidades de ensino, para pequenos reparos e manutenção da infraestrutura, compra de material de consumo e de bens permanentes (como geladeira e fogão), promoção da acessibilidade, financiamento da educação integral e o funcionamento das escolas nos fins de semana.


“Quem recebe os recursos são as caixas escolares ou associações de pais e mestres. Ou seja, é a própria comunidade escolar, que tem contato estreito com o colégio e sabe bem quais são as prioridades de cada unidade de ensino, como a troca de lâmpadas, de uma porta ou de vasos sanitários”, afirma o presidente do FNDE, Daniel Balaban.
Nos repasses desta semana, os maiores beneficiados foram os estados de São Paulo (R$ 19,55 milhões), Ceará (R$ 12,66 milhões), Minas Gerais (R$ 12,35 milhões), Rio Grande do Sul (R$ 12,29 milhões) e Bahia (R$ 12,16 milhões).



Fonte: Ministério da Educação.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Jaguari na 10ª RT


No dia 26 de junho de 2010, foi escolhido o prendado da 10ª Região Tradicionalista,  o evento ocorreu no C.T.G. Coxilha de Ronda em Santiago, onde o nosso município foi representado por Luana Dellavechia, categoria adulta, André Flores Bonotto, categoria peão, e Mariana Freitas de Vargas, categoria mirim, tradicionalistas do C.T.G. Invernada do Chapadão.

O Peão André Bonotto e a Prenda Luana DellaVecchia, visitaram o Secretario de Educação, Milton José Bolzan e sua equipe, para agradecer o apoio e mostrar o resultado de seu esforço e estrega às tradições gaúchas.

O concurso começou quinta-feira, dia 25 de junho, com a Abertura e Mostra Cultural para as prendas e provas campeiras (Encinlha, Prova de Rédeas, Emalar o Poncho etc.). No segundo dia houve a Prova Campeira de Galpão para os peões (Cevar o Mate, Assar Churrasco, Chasquar, etc.). 

Ocorreu ainda a aplicação da Prova Escrita, com questões de geografia, economia e história do Rio Grande do Sul. E as concorrentes à categoria Prendas deveriam elaborar uma redação.

A Prova Artístico-Cultural foi desenvolvida pela parte da tarde, onde os concorrentes apresentavam-se em: danças tradicionais e de salão; optavam em declamar, tocar ou cantar; e articulavam sobre um tema sorteado. Os jurados levavam em conta, desenvoltura, expressão, conhecimento sobre o tema, simpatia, etc.

O resultado foi divulgado com um jantar-baile, animado pelo Grupo Mate. O C.T.G. Invernada do Chapadão levou alguns de seus peões e prendas para ficar na torcida por nossos concorrentes. E o resultado veio e foi positivo. O tradicionalista André Flores Bonotto foi escolhido Peão da 10º RT, pela sua 2ª vez, e Luana Dellavechia tornou-se 2ª Prenda da 10ª RT.

É muito bom saber que existem jovens que difundem a nossa cultura, a nossa tradição. Esperamos que com esses títulos para nossa cidade, o Movimento cresça em Jaguari, com maior representação na região.

Agora o Peão André Flores Bonotto está trabalhando para o Entrevero Cultural de Peões do Estado, em que será escolhido o Peão do Rio Grande do Sul no ano que vem.

Escola Getúlio Realiza Festa Julina

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Presidente Getúlio Vargas, organizou uma festa em homenagem a São João. Ela ocorreu no dia 02 de julho, às 9h da manhã iniciaram as atividades.

Houveram várias apresentações artísticas, comidas e bebidas, música, alegria, interação, brincadeiras e outras várias atividades, todas ao estilo caipira.

Os professores e funcionários da Escola trabalharam forte e de forma engajada para organizar tal evento. Na festa algumas professoras vestidas, animaram o evento, também houve a presença da Equipe da Secretaria Municipal de Educação.









Equipe da Secretaria Municipal de Educação

Milton José Bolzan
Secretário Municipal de Educação
mjbolzan@brturbo.com.br


Eleusa Ceolin Missaggia
Responsável pelo Transporte Escolar
eleusamissaggia@yahoo.com.br


Roselei Pereira Buzzata
Responsável pela Solicitação de Compras da SME

Sueli Tambara
Secretária
suelividottoo@hotmail.com




Resultados do JERGS Etapa Municipal

Futebol Campo
  • Mirim Masculino
    • 1º Lugar - I.E.E. Profª Guilhermina Javorski
    • 2º Lugar - E.M.E.F. Vanda Maria da Silva
  • Mirim Feminino
    • 1º Lugar - E.M.E.F. Vanda Maria da Silva
    • 2º Lugar - I.E.E. Profª Guilhermina Javorski
  • Infantil Masculino
    • 1º Lugar - I.E.E. Profª Guilhermina Javorski
  • Feminino Feminino
    • 1º Lugar - E.M.E.F. Vanda Maria da Silva
    • 2º Lugar - I.E.E. Profª Guilhermina Javorski
Voleibol
  • Mirim Masculino
    • 1º Lugar - I.E.E. Profª Guilhermina Javorski
  • Mirim Feminino
    • 1º Lugar - E.E.E.M Ijucapirama
  • Infantil Masculino
    • 1º Lugar - E.M.E.F. São José
  • Feminino Feminino
    • 1º Lugar - E.E.E.M Ijucapirama
  • Juvenil Masculino
    • 1º Lugar - I.E.E. Profª Guilhermina Javorski
  • Juvenil Feminino
    • 1º Lugar - I.E.E. Profª Guilhermina Javorski

Futsal
  • Mirim Masculino
    • 1º Lugar - I.E.E. Profª Guilhermina Javorski
  • Mirim Feminino
    • 1º Lugar - E.M.E.F. Vanda Maria da Silva
  • Infantil Masculino
    • 1º Lugar - E.M.E.F. São José
  • Feminino Feminino
    • 1º Lugar - I.E.E. Profª Guilhermina Javorski
  • Juvenil Masculino
    • 1º Lugar - E.E.E.M. Ijucapirama
  • Juvenil Feminino
    • 1º Lugar - I.E.E. Profª Guilhermina Javorski

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Participe!

Assista o vídeo de apresentação da Feira de Economia Solidária em Santa Maria
video

terça-feira, 6 de julho de 2010

País supera pelo 2º ano consecutivo as metas em educação básica

O índice de desenvolvimento da educação básica (Ideb) cresceu em todas as etapas de ensino entre 2007 e 2009. No ensino fundamental, o indicador superou as metas propostas para o período e alcançou as de 2011. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira, 1º, pelo ministro da Educação, Fernando Haddad.

“O Ideb sintetiza o movimento pela qualidade da educação. O Brasil fixou metas ambiciosas que nos colocam em dez anos acima das expectativas de nossa renda per capita. Estamos cumprindo todas as metas e o fantasma da queda da qualidade está ficando para trás”, afirmou o ministro Fernando Haddad.

Em 2009, os estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental tiveram 4,6 pontos. A meta era de 4,2. Em 2005, esses alunos tiveram 3,8 pontos. Em 2007, tiveram 4,2 contra a meta de 3,9. Estudantes dos anos finais do ensino fundamental tiveram 4 pontos em 2009. A meta era de 3,7. Em 2005, a nota foi de 3,5. Em 2007, o índice foi de 3,8 contra a meta de 3,5. Os alunos do ensino médio crescem no ritmo mais baixo. Em 2009, tiveram 3,6 e a meta era de 3,5. Em 2005, a nota foi de 3,4. Em 2007, o índice foi de 3,5 e a meta era de 3,4.

Segundo o ministro da Educação, o impacto no ensino médio acontecerá como onda, “a arrancada mais forte se dá nos anos iniciais e se propaga, ao longo do tempo, nos finais e médio”, afirmou.

De acordo com o Ministério da Educação, as informações segmentadas por escolas e redes de ensino serão publicadas no Diário Oficial da União na segunda-feira, 5 de julho. Os secretários terão 30 dias para contestar eventuais equívocos, caso constatado o problema, o Inep fará a republicação da informação.

O Ideb foi criado em 2005, como parte do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), para medir a qualidade de cada escola e de cada rede de ensino. O índice utiliza escala de zero a dez pontos e é medido a cada dois anos. O objetivo é que o país, a partir do alcance das metas municipais e estaduais, chegue à nota seis em 2021 – correspondente à qualidade do ensino em países desenvolvidos.

No indicador estão reunidos dois conceitos fundamentais para a qualidade da educação: o fluxo escolar (taxas de aprovação, reprovação e evasão obtidas no censo da educação básica) e as médias de desempenho nas avaliações Prova Brasil e Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb). 

A Prova Brasil é um teste de leitura e matemática para turmas de quarta e oitava séries (ou quinto e nono anos) do ensino fundamental. Os alunos do ensino médio fazem o Saeb, avaliação por amostra, que também avalia habilidades em língua portuguesa e matemática. No ano passado, as avaliações foram aplicadas a 2,5 milhões de alunos da quarta série (quinto ano), 2 milhões da oitava série (nono ano) e 56 mil do ensino médio. 

Os dados divulgados nesta quarta-feira mostram que o desempenho dos estudantes nas avaliações foi o que mais pesou na composição do Ideb de 2009. Nos anos iniciais, por exemplo, foi responsável por 71% da composição da nota. Já no ensino médio, embora o desempenho tenha sido responsável pela maior parte da nota, a taxa de rendimento subiu em relação a 2007; teve 42% de importância no índice, comparado aos 29% da medição anterior. 

Fonte:Undime, com informações do Ministério da Educação 

Creches integrais vão receber mais recursos do Fundeb

As creches brasileiras que fazem atendimento integral às crianças receberão mais recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) a partir do ano que vem. O aumento será de 10% a mais do que o repassado este ano.

A decisão foi tomada nesta quarta-feira pela Comissão Intergovernamental de Financiamento para a Educação Básica de Qualidade, formada pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, cinco secretários de educação estaduais e cinco municipais. Uma vez por ano, o grupo se encontra para discutir esses reajustes.

A comissão também concedeu reajustes à pré-escola oferecida em tempo integral (5%), ao ensino fundamental em tempo integral (5%) e à Educação de Jovens e Adultos (EJA) oferecida de forma integrada ao ensino profissional (20%, o maior aumento). Todos os pontos foram consensuais entre dirigentes municipais e estaduais, exceto o aumento das creches.

Oferecida exclusivamente pelos municípios, a educação infantil dará um salto no número de matrículas a partir de agora. Em 2009, a Emenda nº 59 garantiu que a oferta da educação infantil terá de ser, gradualmente, obrigatória, assim como o ensino médio. A sociedade também tem exigido, cada vez mais, a criação de creches.

Como o bolo do Fundeb é distribuído de acordo com o número de matrículas, há uma disputa entre estados e municípios pela receita. Os municípios têm hoje a maior parte das matrículas: 24 milhões. Já os Estados são responsáveis por atender cerca de 20 milhões de alunos. Segundo a União Nacional dos Dirigentes Municipais (Undime), muitos municípios estão passando por dificuldades para atender toda a demanda de alunos, já que arrecadam menos.

“Nossa expectativa não foi plenamente atendida. Queríamos um reajuste que aumentaria os fatores de ponderação para distribuir os recursos para as creches em 20%. Mas foi o que o consenso estabeleceu e isso já vai diminuir essa diferença entre o que os municípios realmente investem e o que recebem”, afirma o presidente da Undime, Carlos Sanches.

Se a base de cálculo para o aumento de 2011 fosse o atual valor mínimo de gasto feito por estudante em cada município, o total do acréscimo seria de R$ 141,59. O gasto sairia do patamar de R$ 1.556,33 para R$ 1.697,82 ao ano por cada aluno. “Queríamos que o aumento fosse de 20%. Fizemos um estudo e mostramos aos dirigentes estaduais. Se a proposta fosse aprovada, o impacto nas receitas dos estados seria menor que 0,5%”, afirma Sanches.

Na maioria dos Estados, os municípios já utilizam mais recursos do que esse valor mínimo para financiar o funcionamento das creches. No Paraná, por exemplo, hoje o valor mínimo investido para manter uma criança na creche em tempo integral é R$ 1.726,73. Por isso, para os dirigentes, o aumento será de grande ajuda.

Sanches afirma que muitos municípios gastam mais do que recebem do Fundeb para a educação. Eles tiram o restante de verba própria que poderia ser usada em melhorias no atendimento. O resultado é que eles não conseguem atender todos os estudantes que deveriam e a qualidade acaba prejudicada.

De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da educação (LDB), os Estados são responsáveis pela oferta do ensino médio e podem oferecer também o ensino fundamental, cuja oferta, em princípio, é de competência dos municípios, que são responsáveis pela educação infantil (creche e pré-escola).

Conta difícil

Os cálculos utilizados para distribuir os recursos do Fundeb por cada etapa de ensino em cada Estado brasileiro não são simples. Primeiro, é preciso entender como é composto o Fundeb. Estados e municípios precisam repassar ao fundo 20% do que arrecadam com uma cesta de impostos, composta, por exemplo, pelo ICMS, IPVA e IPI.

Depois, o montante será dividido em cada Estado de acordo com o número de matrículas de todas as escolas municipais e estaduais. Nessa conta é aplicado um índice – chamado de fator de ponderação – que determina o quanto cada etapa vai receber.

O montante então é dividido de acordo com a quantidade de matrículas em cada etapa, levando em consideração dos fatores de ponderação delas. São 19 ao todo, que variam de 0,70 a 1,30, no máximo, por definição da lei. Em 2010, o índice da creche integral era 1,10 – em 2011, vai para 1,20 – o das séries iniciais do ensino fundamental e o do ensino médio, por exemplo, eram 1 e 1,20, respectivamente.

Com os aumentos, os fatores de ponderação da pré-escola e no ensino fundamental integral passaram de 1, 25 para 1,30. Na EJA profissional, de 1 para 1,20.

Fonte: IG Educação 

Arraiá Infantil na Tia Mana

Para parar a imagem, passe o mouse